Pesquise no site da PIB:

 

 

 

                        

 

I. INTRODUÇÃO:

Este milagre da multiplicação é o único milagre relatado em todos os evangelhos, excerto a ressurreição. Neste milagre aprendemos que Jesus nutre as necessidades humanas e mostra no decorrer do texto de João que Ele é o Pão da Vida.

Como no Salmo 23 – “O Senhor é o meu pastor e nada me faltará. ”

Aprendemos também que quando colocamos o nosso pouco nas mãos do Senhor, Ele pode saciar a fome de muitos, com o pouco que julgamos ter.

Creio que não é diferente na obra missionária. Muitos são os projetos, parece que será impossível realizá-los, mas quando oramos, contribuímos e participamos vemos o milagre de Deus diante dos nossos olhos.

 II. DIVISÃO:

  1. JESUS SEMPRE ATENTO A NECESSIDADE DO HOMEM – VERSO 5 –– Filipe era natural de Betsaida (João 1:44) – ele conhecia a região, provavelmente por este motivo Jesus pergunta a ele, onde comprar pão para aquela multidão (cerca de 5 mil homens – verso 10).

Filipe era prático nas contas, mas bastante pessimista nas conclusões (verso 7). Quantas vezes temos encontrado em meio aos discípulos homens e mulheres pessimistas, bons de conta, mas pessimistas nas conclusões.

Bom Saber que Deus não desiste de nós!

O verso 6 diz que Jesus fez a pergunta para o experimentar pois sabia o que ia fazer. Nisto aprendemos sobre a Onisciência de Jesus e de como Ele vê nossas necessidades e já sabe como irá atendê-las (Jesus cuida dos detalhes).

 

  1. JESUS USA O POUCO QUE TEMOS PARA SACIAR AS GRANDES NECESSIDADES DO HOMEM – VERSO 8-10 – não há duvida que aquele menino não tinha ideia do quanto poderia ser útil para o seu povo. É assim a obra missionária, não fazemos ideia de como o nosso pouco se transforma em muito nas Mãos de Deus. Quantas vezes Deus tem usado de irmãos para nos abençoarem e nos ajudarem na caminhada. Temos sido bênçãos na vida de outros? E temos sentido a benção de outros irmãos? Assim como foi o exemplo daquele menino.

 

  1. JESUS REALIZA O MILAGRE E NÃO ADMITE DESPERDICIO – VERSO 11-13 – Aprendemos aqui sobre a ceia, pois o verso 11 nos mostra Jesus, Tomou, abençoou, partiu e distribuiu. - Jesus já estava trazendo o ensino da ceia.

Bom pensar que Jesus mandou que os discípulos recolhessem os pedaços que sobraram e os fez carregar cada um, pois sobraram doze cestos. A obra do Senhor dispõe de trabalho para todos, após a multiplicação, saciados os famintos, todos puderam servir através da cooperação, cada um levando o seu cesto.

 

III – CONCLUSÃO:

Não há duvida que quando fazemos parte do milagre, entendemos ainda mais e reconhecemos que Jesus veio para ser o verdadeiro sacerdote, profeta e rei.

Ele o é Deus criador, sustentador e salvador.

            Jesus – Transformação e vida