Pesquise no site da PIB:

 

 

 

                        

MOVIDOS PELA GRAÇA 

Data – 25.11.18 MANHÃ Texto – Mateus 9:35-38

 

  1. INTRODUÇÃO: 

Não há como fazer o trabalho sozinho

Jesus insta com os discípulos para orar por mais obreiros

Três verbos nos chamam a atenção nesta narrativa

Verbo exprime ação

Este é o desejo do Coração de Jesus para com sua Igreja, uma Igreja em ação

 

  1. DIVISÃO: 

I. VER

O Coração de Jesus estava dominado pela misericordiosa piedade pelo povo.

Sua resposta ecoa a profunda misericórdia de Deus, frequentemente descrita no Antigo Testamento.

O Profeta Ezequiel também comparou o povo de Israel como ovelhas que não tem pastor – Ezequiel 34:5-6.

Jesus é o Bom Pastor – Só Ele pode guiar o povo com autoridade e segurança – João 10:14. 

 

II. SENTIR

Jesus disse aos discípulos que a seara era grande, mas que eram poucos os ceifeiros

Hoje também olhamos e precisamos sentir – Compaixão e Graça pelo povo

Inúmeras são as necessidades – aos que estão perto e aos que estão longe.

Temos ações em nossa igreja que refletem este sentimento de Jesus, não estamos alheios a dor do nosso povo, mas creio que podemos fazer mais.

 

III. AGIR

Jesus sabia que não era possível fazer a obra sozinho por este motivo pede aos discípulos “Rogai, pois, ao Senhor da Seara que mande ceifeiros para a sua seara” – verso 38

É preciso orar por mais obreiros, mas também se dispor ao trabalho.

É dever da igreja, de cada um de nós realizar, fazer a nossa parte.

Sempre é tempo de agir em pró da obra de evangelização, cada um de nós sendo um discipulador.

 

3. CONCLUSÃO: 

Diante das necessidades, inquietações e desafios que envolvem o povo brasileiro a igreja precisa estar atenta, vendo, sentindo e agindo. Sendo sobretudo sal e luz em meio a uma geração incrédula e de duro de coração.