Nas crises, Deus responde aqueles que O buscam

“Aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-poderoso pode dizer ao Senhor: “Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio”. Ele o livrará do laço do caçador e do veneno mortal. Ele o cobrirá com as suas penas, e sob as suas asas você encontrará refúgio; a fidelidade dele será o seu escudo protetor. Você não temerá o pavor da noite nem a flecha que voa de dia, nem a peste que se move sorrateira nas trevas, nem a praga que devasta ao meio-dia. Mil poderão cair ao seu lado; dez mil, à sua direita, mas nada o atingirá. Você simplesmente olhará, e verá o castigo dos ímpios. Se você fizer do Altíssimo o seu abrigo, do Senhor o seu refúgio, nenhum mal o atingirá, desgraça alguma chegará à sua tenda. Porque a seus anjos ele dará ordens a seu respeito, para que o protejam em todos os seus caminhos; com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra. Você pisará o leão e a cobra; pisoteará o leão forte e a serpente. “Porque ele me ama, eu o resgatarei; eu o protegerei, pois conhece o meu nome. Ele clamará a mim, e eu lhe darei resposta, e na adversidade estarei com ele; vou livrá-lo e cobri-lo de honra. Vida longa eu lhe darei, e lhe mostrarei a minha salvação.””
‭‭Salmos‬ ‭91:1-16‬ ‭NVI‬‬

Nos primeiros seis versículos do Salmo 91, entendemos que Deus nos livra do que tememos.

Na carta aos Hebreus, o autor fala que os anjos são ministradores. Neste salmo, o salmista diz os apresenta como cuidadores (v. 11 e 12). E nosso Deus na sua benignidade tem nossos nomes gravados nas palmas das suas mãos (v. 14).

Nas crises somos cuidados pela benignidade do Senhor que conhece nossos nomes e os têm marcados nas palmas das suas mãos.

Nas crises Deus responde aqueles que o buscam.

Veja ou reveja a mensagem do pastor Marcos Peres no culto vespertino do domingo, 18/04/2021, no nosso YouTube.

Curta, compartilhe e abençoe famílias. Compartilhe palavras de esperança, envie as mensagens para alguém e espalhe a Palavra de Deus.

Deixe um comentário