Jefté, um servo do Senhor

No culto matutino desse domingo, 16/05/2021, o pastor Marcos Peres nos trouxe a história de Jefté, no capítulo 11, versículos 1 a 11 e 28 a 34, do livro de Juízes.

O servo de Deus, aquele que se deixa ser usado pelo Espírito de Deus não depende da sua herança familiar. Temos casos lindos de famílias que estão na igreja há gerações ou que hoje juntos servem ao Senhor. Mas muitos de nós viemos de famílias esfaceladas como é o caso de Jefté.

Vemos muitas famílias hoje passando por situações difíceis, ouvimos falar de pais omissos e filhos indefesos diante das injustiças. Mas Deus não é assim. Ele transforma.

Nem sempre aqueles que se aproximam do Servo de Deus são as melhores pessoas. No verso 3, do capítulo 11, vemos que “homens vadios se juntavam a ele e o seguiam”. A mesma lição vemos na história de Davi, como vemos em 1Samuel 22:2, “quatrocentos homens (endividados e amargurados de espírito) o acompanhavam” e foram chamados “os valentes de Davi”.

Às vezes situações adversas acontecem e vão cercando a pessoa para tirá-la da presença de Deus. Quando Deus escolhe alguém, na verdade escolhe esse alguém para ser benção para outros.

Deus olha para o servo que se deixa capacitar pelo Espírito Santo para ser benção para outros que nunca tiveram essa oportunidade na vida. Os que se deixam usar pelo Senhor nem sempre são os melhores, mas podem fazer diferença.

O servo do Senhor é lembrado e revelado no dia da adversidade. E, como descobrimos no trecho final da nossa leitura (Juízes 11:28-34), mesmo os servos do Senhor são imperfeitos. Mas olhe para Jesus e Nele sim poderá se maravilhar!

Veja ou reveja a mensagem no YouTube.


E nas imagens, celebre conosco as #familiasabençoandofamilias através do registro da Família Gusmão (no serviço da recepção), das Famílias Pereira, Pimenta e Queiroz (na equipe de cânticos) e Famílias Rodrigues, Pacheco e Nunes da Silva (no Drive Thru do Quilo).

Curta, compartilhe e abençoe famílias. Compartilhe palavras de esperança, envie as mensagens para alguém e espalhe a Palavra de Deus.

Deixe um comentário