Esmirna, uma igreja que era verdadeiramente rica!

No culto de oração e estudo bíblico desta quarta-feira, 16/06/2021, o pastor Marcos Peres continuou os estudos sobre as igrejas do livro de Apocalipse, capítulo ‭2, versículos 8 a 11‬. Na segunda parte dessa série de estudos, conhecemos mais de Esmirna, que o pastor denominou como “uma igreja que era verdadeiramente rica”!

““Ao anjo da igreja em Esmirna, escreva: “Estas são as palavras daquele que é o Primeiro e o Último, que morreu e tornou a viver. “Conheço as suas aflições e a sua pobreza; mas você é rico! Conheço a blasfêmia dos que se dizem judeus mas não são, sendo antes sinagoga de Satanás. Não tenha medo do que você está prestes a sofrer. O Diabo lançará alguns de vocês na prisão para prová-los, e vocês sofrerão perseguição durante dez dias. Seja fiel até a morte, e eu lhe darei a coroa da vida. “Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas. O vencedor de modo algum sofrerá a segunda morte.”‭‭(Apocalipse‬ ‭2:8-11‬ ‭NVI‬‬)

Trazendo detalhes da história da igreja apostólica, o pastor nos contou da igreja fundada na 3ª viagem missionária de Paulo (Atos 19 a 21), da realidade econômica desses cristãos que sofriam preconceito e perseguições, citando alguns nominalmente, como Policarpo, o discípulo de João (o apóstolo autor de um evangelho, de 3 cartas e do livro de Apocalipse) que foi queimado vivo. Nesta cidade 1500 cristãos foram mortos. Jesus acompanha a vida dos seus neste mundo, pois essa é a promessa do Senhor (Mateus 28:20).

E ele nos conhece, como diz neste trecho lido e que estudamos nesta noite. O Senhor tem acompanhado e conhece nossas lutas e dificuldades, sabe de cada uma das nossas verdadeiras riquezas.

Lembre das palavras de Paulo aos coríntios (1Corintios 15:55-56) e tenha certeza de que se você crê em Jesus já tem o que verdadeiramente importa: a vida eterna.

Veja ou reveja o culto no nosso YouTube:

Curta, compartilhe e abençoe famílias. Compartilhe palavras de esperança, envie as mensagens para alguém e espalhe a Palavra de Deus.

Deixe um comentário