Eis que estou a porta e bato

No culto de oração e estudo bíblico desta quarta-feira, 21/07/2021, o pastor Marcos Peres continuou os estudos sobre as igrejas do livro de Apocalipse, capítulo 3, versículos 14 a 22.

“Ao anjo da igreja em Laodiceia, escreva:
“Estas são as palavras do Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o soberano da criação de Deus.
“Conheço as suas obras, sei que você não é frio nem quente. Melhor seria que você fosse frio ou quente! Assim, porque você é morno, não é frio nem quente, estou a ponto de vomitá-lo da minha boca. Você diz: ‘Estou rico, adquiri riquezas e não preciso de nada’. Não reconhece, porém, que é miserável, digno de compaixão, pobre, cego, e que está nu. Dou este conselho: Compre de mim ouro refinado no fogo, e você se tornará rico; compre roupas brancas e vista-se para cobrir a sua vergonhosa nudez; e compre colírio para ungir os seus olhos e poder enxergar.
“Repreendo e disciplino aqueles que eu amo. Por isso, seja diligente e arrependa-se. Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo.
“Ao vencedor darei o direito de sentar-se comigo em meu trono, assim como eu também venci e sentei-me com meu Pai em seu trono. Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas”.
(Apocalipse 3:14-22 NTLH)

Na sétima parte dessa série de estudos, depois de conhecermos mais das igrejas de Éfeso, de Esmirna, de Pérgamo, de Tiatira, Sardes e Filadélfia. Hoje chegamos a Laodiceia. Se Esmirna (verdadeiramente rica e fiel) e Filadélfia (que não negou o nome do Senhor Jesus) passaram ilesas a vistoria que o Senhor Jesus fazia nas igrejas da Ásia Menor, Éfeso (que abandonou o primeiro amor), Pérgamo e Tiatira (com poucos resistentes, mas muito fieis) e as duas igrejas reprovadas, Sardes e Laodiceia, que foram marcadas pela superficialidade e soberba material. 

Cheia de si, perdida em seu orgulho, estava se gabando do que tinha (v. 17) e da sua própria justiça (v. 18), aquela igreja tinha deixado o Senhor Jesus para fora (v. 20). Geralmente essa visão acompanha quem ainda não aceitou Jesus e é isso que está claro nesta exortação de Jesus dizendo individualmente: “me dá licença porque quero fazer parte da sua vida”.  Cada um precisa ter esta experiência com o Senhor Jesus e Ele convida todos ao arrependimento. 

O meu e o teu salvador, aquele que se preocupa tanto que escreve uma carta individual, ele sempre dá uma chance ao arrependimento, E o desejo do Senhor é ter intimidade com aquele que se arrepende (v. 20). O desejo do Senhor é de que o homem se corrija, que se arrependa, que mude de atitude. E para quem se arrepende, que coloca seus pecados diante Dele e busca estar perto Dele em oração e leitura da Palavra, Jesus promete dividir o trono que recebeu do Pai (v. 21). 

Se o Senhor Jesus olhasse para mim hoje e escrevesse uma carta para mim, que carta Ele escreveria? Eu não tenho dúvidas de que seria uma carta de amor, mas o que ela diria sobre mim?

Reflexione nesta mensagem preciosa.  Veja ou reveja o culto no nosso YouTube: 

Curta, compartilhe e abençoe famílias. Compartilhe palavras de esperança, envie as mensagens para alguém e espalhe a Palavra de Deus.

Deixe um comentário