Qual é o consolo divino na hora da enfermidade?

A Leitura Bíblica de hoje é:

Isaías 39 e 40 📜

2Coríntios 13 📖 

“Naqueles dias, Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal; veio ter com ele o profeta Isaías, filho de Amoz, e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás e não viverás.” 

(Isaías 38.1)

Qual é o consolo divino na hora da enfermidade?

(Isaías 38.1-8)

Como é difícil enfrentar a enfermidade! 

É numa hora dessas que muita gente pensa que Deus não se importa mais conosco. Ezequias era um rei muito bondoso e que agradou a Deus em sua vida. Sem que ele esperasse, o profeta Isaías avisou-lhe que a sua enfermidade acabaria em morte. Ezequias abriu o coração e chorou muito. Deus na sua bondade e misericórdia curou o rei Ezequias de maneira extraordinária. Como Deus é bom. Foi por causa da sua misericórdia e de seu amor que Ele devolveu a saúde ao rei.

Reflexão:

– Uma pessoa cheia de fé e fiel a Deus pode ficar muito doente? Por que?

– Podemos pedir cura quando ficamos muito doentes?

– Por que Deus curou Ezequias (v.5)?

– Podemos obrigar Deus a curar-nos?

– Uma doença pode aproximar alguém de Deus?

– Quando uma pessoa não é curada, podemos dizer que Deus não a ama?

(B.E. Esperança, 2000, pg. 491)

A leitura coletiva da Bíblia em 1 ano é uma atividade anual, orientada pelo pastor Adesilto Asevedo Silvestre (@adesilto.asevedo) e promovida pelo Instituto Bíblico, parte do MEC (Ministério de Educação Cristã) da PIB do Brás, liderado pelo irmão Saulo Calixto.

Curta, compartilhe e abençoe famílias. Compartilhe palavras de esperança, envie as mensagens para alguém e espalhe a Palavra de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Igreja Batista do Brás. Uma igreja bíblica, missionária e acolhedora, fundada em 8 de junho de 1911. Uma comunidade de fé unida pelo amor da Graça de Jesus Cristo derramada em nossos corações; unidos no propósito de reviver a cada dia a história de alegria pela vida de cada alma rendida aos pés do Senhor; alegria pelos passos de cada um rumo a Jesus Cristo, Autor e Consumador da nossa fé; alegria de esperar a Gloriosa Vinda do Nosso Amado Salvador. (Pr. Marcos Peres)
Artigos recentes