Thiago Greccofi

Bíblia Branca para Amanda e Thiago

Neste domingo, 07/08, MCM e SMM se reunem e convidam todos da PIB do Brás para o Culto de entrega da Bíblia Branca para os noivos Amanda e Thiago, jovens queridos e atuantes em diversos ministérios da nossa igreja.

Para quem desconhece, o Culto de Bíblia Branca é um momento muito especial para todas nós, pois além de manter a tradição Batista do trabalho com mulheres, prestigia o estabelecimento de um novo lar cristão. Assim, objetivamos ressaltar que a Cristo deve ser dado o primeiro lugar no casamento, dar as boas vindas à noiva, recebendo-a no rol das casadas, como também incentivar aos noivos a conservarem o interesse na vontade de Deus e nos propósitos de seu reino.

Cremos que para se ter um casamento feliz e de sucesso, os noivos precisavam fazer duas coisas fundamentais:

a) deixarem Deus fazer parte de seus planos em todas as horas (Salmo 127:1 e 2)

b) amarem-se com o amor que Deus nos ensina (I Coríntios 13:4-7)

No Salmo 127, versos um e dois está escrito: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois assim dá ele aos seus amados o sono”. A Bíblia mostra que a melhor maneira de edificar, ou construir um lar, é se basear nos ensinamentos de Deus, assim como a única segurança da casa é o alicerce. A segurança do lar só se consegue descansando em Cristo e levando a Ele toda e qualquer inquietação que venha surgir.

Quanto ao amor, dele depende todo o restante, embora há quem diga que não! Juntar as vidas é seguir pelo mesmo caminho e por isso é necessário a ambos exercitar o amor ágape, que é o amor incondicional ensinado por Deus.

Parece incoerente falar em se amar quando um casal apaixonado é “puro amor”. No entanto, sei que quando estamos a caminho do casamento, tudo é festa e flores. Ela está cheia de amor para dar ao seu futuro esposo, e ele a ela. Porém o amor que conduz ao casamento faz parte do universo humano, que é imperfeito e cheio de altos e baixos. O amor que sustenta um casamento deve zelar pelos ensinamentos de I Coríntios 13:4-7, que deixa claro sua natureza divina: paciência, bondade, não invejoso, não vaidoso, não orgulhoso. Ele também não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente e não guarda rancor. O amor que não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade, que tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta. Minha oração é que sejam muito felizes. Que coloquem Deus na direção de suas vidas, cultivando o que é mais importante: o amor.

(Texto da irmã diaconisa Marília Berzins)

[Atualização em 10/08/2022]

Registros do “Voo 2708”, alegoria que MCM usou para o Culto de entrega da Bíblia Branca para os noivos Amanda (@amanda.s.melo) e Thiago (@thiagogreccofi). Com uma mensagem simpática e divertida, cheia de significado e emoção, os noivos receberam das mulheres e dos homens da nossa igreja, e sobretudo de seus pais, membros ativos e queridíssimos da PIB do Brás, os itens essenciais para a “mala de https://pibdobras.com.br/2022/08/biblia-branca-para-amanda-e-thiago/mão” que carregarão para as emergências no “viagem que é o casamento”.

O Culto de Bíblia Branca é um momento muito especial, pois além de manter a tradição Batista do trabalho com mulheres, prestigia o estabelecimento de um novo lar cristão. Assim, objetivamos ressaltar que a Cristo deve ser dado o primeiro lugar no casamento, dar as boas vindas à noiva, recebendo-a no rol das casadas, como também incentivar aos noivos a conservarem o interesse na vontade de Deus e nos propósitos de seu reino.

Toda igreja ora por essa nova família!